Index   Back Top Print

[ AR  - DE  - EN  - ES  - FR  - HR  - IT  - PL  - PT ]

PAPA FRANCISCO

REGINA CAELI

Igreja do Espírito Santo em Sassia
Domingo da Divina Misericórdia, 19 de abril de 2020

[Multimídia]


 

Caros irmãos e irmãs,

Neste segundo domingo de Páscoa, foi significativo celebrar a Eucaristia aqui, na Igreja do Espírito Santo em Sassia, que São João Paulo II quis como o Santuário da Divina Misericórdia. A resposta dos cristãos nas tempestades da vida e da história só pode ser misericórdia: amor compassivo entre nós e para com todos, especialmente aqueles que mais sofrem, aqueles que mais lutam, aqueles que estão mais abandonados... Não o pietismo, não a assistência, mas a compaixão, que vem do coração. E a misericórdia divina vem do Coração de Cristo, do Cristo Ressuscitado. Ela nasce da ferida sempre aberta do seu lado, aberta para nós, que precisamos sempre de perdão e conforto. A misericórdia cristã também inspira uma partilha justa entre as nações e as suas instituições, a fim de enfrentar a presente crise de solidariedade.

Desejo aos irmãos e irmãs das Igrejas Orientais que hoje celebram a Páscoa. Juntos anunciamos: "Verdadeiramente o Senhor ressuscitou!" (Lc 24,34). Sobretudo neste tempo de provação, sintamos que grande dádiva é a esperança que advém de ter ressuscitado com Cristo! Em particular, regozijo-me com as comunidades católicas orientais que, por razões ecuménicas, celebram a Páscoa juntamente com as ortodoxas: que esta fraternidade seja um conforto onde os cristãos são uma pequena minoria.

Com alegria pascal voltamo-nos agora para a Virgem Maria, Mãe de Misericórdia.



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana